terça, 21 de novembro de 2017
(12) 98262-2987 (Whatsapp)
contatojg@jornaldeguara.com.br

Advogada que havia sido espancada morre no Hospital Frei Galvão em Guaratinguetá

19 de outubro de 2017

Foto extraída do Facebook da Gabriela Monteiro

A advogada Gabriela Monteiro, de 35 anos, que havia sido espancada por companheiro beneficiado por ”saidinha”, na saída de uma casa noturna em Lorena, morreu no início da tarde desta quinta-feira (19) por volta das 12h15min, no Hospital Frei Galvão em Guaratinguetá. A vítima estava em coma.

O crime aconteceu, quando a Gabriela encontrou-se com o amasio de 23 anos, em uma casa noturna, na cidade de Lorena, e logo após sair do evento teria tido uma discussão com ele, onde iniciou-se agressão física. A advogada tinha costume de visitá-lo constantemente na prisão, além disso, era sua companheira e também o defendia no processo.

A Polícia Civil informou, que o jovem confessou ser o autor do crime, e foi conduzido de volta a Penitenciária II de Potim, onde cumpre pena por extorsão e roubo desde 2014. Daqui a pouco colocaremos aqui, onde o corpo da Advogada será velado. Clique aqui e comente no Facebook do Jornal de Guará.