Advogado é preso por embriaguez ao volante, desacato, desobediência e resistência em Guaratinguetá - Jornal de Guaratinguetá Jornal de Guaratinguetá

Advogado é preso por embriaguez ao volante, desacato, desobediência e resistência em Guaratinguetá

15 de abril de 2019

Um homem, de 44 anos, foi preso por embriaguez ao volante, desacato, desobediência e resistência, na madrugada de domingo (14) por volta das 4h, pela rua Braz Cubas, no bairro Vila Paraíba em Guaratinguetá.

De acordo com a Polícia Militar, durante patrulhamento pelo bairro, os agentes foram parados por uma senhora, de aproximadamente 65 anos, que estava em um veículo. Ela pedia ajuda em questão do filho que estava transtornado em sua residência.

Na chegada na garagem da casa, os policiais foram desacatados com palavras de baixo calão pelo homem que se apresentou como advogado. Em seguida, os agentes perceberam que o suspeito estava com indícios de embriaguez e desejava sair com o veículo, porém foi pedido a ele para que não saísse com o carro, mas mesmo assim, o condutor desobedeceu a ordem dos policiais e saiu em alta velocidade pelas ruas do bairro. Houve um breve acompanhamento, até o condutor retornar na garagem de sua residência, onde foi abordado e por causa da resistência, através da força física ele foi algemado e conduzido ao Plantão Policial.

Ainda segundo a PM, o delegado determinou que o motorista fosse conduzido até o IML para passar por exame clínico, no qual foi constatado a embriaguez ao volante. O advogado recebeu a voz de prisão e foi levado de volta ao Distrito Policial, sendo ratificado a voz de prisão pelo delegado por embriaguez ao volante, desacato, desobediência e resistência. Em seguida, a mãe do advogado pagou uma fiança, para que ele respondesse em liberdade.

Clique aqui e comente no Facebook do Jornal de Guará