ENEM 2018: como elaborar uma ótima redação « Jornal de Guaratinguetá

ENEM 2018: como elaborar uma ótima redação

30 de outubro de 2018

No dia 4 de novembro, estudantes de todo o país farão a primeira parte da prova do ENEM. Embora faltem pouquíssimos dias para a realização do exame essencial para aqueles que estão pleiteando uma vaga numa boa universidade, ainda dá tempo de reunir algumas últimas e boas dicas e chegar mais seguro à prova.

Para isso, o Professor Rubão, Coordenador do Curso Vetor Vestibulares e especialista em língua portuguesa, lista aqui ao que o estudante deve estar atento ao realizar uma das partes mais temidas da prova: a redação.

  1. Leia sobre temas da atualidade

Tradicionalmente, as redações do ENEM trazem como tema algum assunto recorrente da atualidade. Portanto, é importante “abrir o leque” e dedicar tempo à leitura de assuntos variados. Dica, em ano de eleição, importante estar atento ao que está em pauta sobre política, economia, emprego e segurança.

  1. Faça um rascunho com os principais tópicos.

“Muitos estudantes travam porque não sabem por onde começar. Para evitar isso, basta fazer uma relação prévia dos tópicos que pretende abordar no texto e seguir a ordem lógica de fatos, sempre com um bom encadeamento de ideias”, diz Rubão.

  1. Estilo

Rubão frisa que é importante evitar a primeira pessoa porque não se trata de um texto literário, em que é possível fazer esta opção, mas sim de uma dissertação que exige impessoalidade. “Vale lembrar que textos em primeira pessoa são zerados, mas aconselho a também evitar a voz passiva para que não fique cansativo. A voz ativa torna a compreensão mais clara”, destaca.

  1. Gramática

A gramática incorreta desconta pontos, bem como caligrafia ilegível. O melhor é ter praticado durante o ano para que a maior parte dos erros gramaticais já esteja sanada, mas ainda dá para praticar mais um pouco nestes momentos finais.

  1. Primeiro parágrafo

Importante tomar atenção ao primeiro parágrafo porque ele vai definir o estilo e a linha de discurso. O melhor é já causar uma boa “primeira impressão”.

  1. Desenvolvimento

Os avaliadores querem checar se o estudante possui conhecimento, portanto, nos parágrafos que se seguem, deve-se apontar fatos históricos, estatísticas e conectar fatos para explicitar a ideia principal.

  1. Polêmica

Se o tema for polêmico, cabe colocar a visão contrária para que o leitor/avaliador entenda que o autor da dissertação entende o panorama completo.

  1. Coesão de ideias/Conclusão

Não dá para ficar em cima do muro! O texto deve ter uma conclusão clara e, embora seja possível listar outros pontos de vista na redação, não deve haver dúvida sobre a mensagem que o autor do texto pretende passar — ela deve ser clara, não contraditória.

Divulgação: Graziele Marronato.  Clique aqui e comente no Facebook do Jornal de Guará