Funcionário de drogaria reclama de ocorrências que não são atendidas pelo Samu em Guaratinguetá « Jornal de Guaratinguetá

Funcionário de drogaria reclama de ocorrências que não são atendidas pelo Samu em Guaratinguetá

19 de setembro de 2018

Foto: Carla Cleto

O Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) tem sido motivo de críticas por parte de alguns moradores em Guaratinguetá. Existem reclamações com constância e evidências por parte dos munícipes. Além dessa manifestação abaixo, houve outras críticas que chegou ao nosso conhecimento.

“Quero manifestar minha indignação com o Samu de Guaratinguetá, sendo que por 02 vezes precisamos de uma viatura no estabelecimento onde trabalho, no bairro Pedregulho. A primeira vez, uma cliente que estava na drogaria passou mal, acionamos o Samu e nos informaram que não tinham viatura pra levar a senhora ao Pronto Socorro Municipal, sendo assim, uma pessoa que trabalha conosco se prontificou em conduzir a cliente no carro particular, até a unidade hospitalar. Em seguida, ao chegar no hospital, recebemos a notícia que se o socorro demorasse mais alguns minutos, a senhora poderia ter um ataque cardíaco e entrar em óbito, pois estava tendo um choque anafilático

Ontem (18), uma funcionária precisou ser socorrida após sentir uma dor muito forte no peito, dificuldade pra respirar e fraqueza, mas após ligarmos para o Corpo de Bombeiros, nos pediram para ligar para o Samu, onde o atendente pediu todos as informações do caso, para depois passar para um médico ter que ouvir tudo novamente. Depois de minutos aguardando, o médico do Samu nos retornou dizendo que não havia viatura disponível. Novamente, mais uma pessoa foi levada ao hospital em carro particular. Minha pergunta é, o Samu só atende em quais casos?”, expressou o funcionário da drogaria que não desejou se identificar.

Do outro lado

Em contato com a Prefeitura, foi nos informado que não há falta de ambulâncias, e o atendimento do Samu está sendo feito normalmente na cidade. Além disso, também foi repassado informações sobre o atendimento que está relacionado abaixo.

O SAMU – Serviço de Atendimento Móvel de Urgência, é um serviço gratuito, que funciona 24 horas por dia incluindo sábados, domingos e feriados e tem como objetivo chegar o mais rápido possível até à vítima após uma ocorrência de urgência ou emergência.

Como funciona o SAMU 192?

O atendimento do SAMU funciona a partir do chamado gratuito para o número 192 de qualquer telefone, fixo ou móvel, quando são prestadas orientações sobre as primeiras ações. A ligação é atendida por técnicos, que identificam a emergência e coletam as primeiras informações sobre as vítimas e sua localização.

Quando chamar o SAMU 192?

O SAMU deve ser chamado em ocorrências de urgência ou emergência tais como:

* Problemas cardiorrespiratórios;
* Intoxicação;
* Casos de queimaduras graves;
* Na ocorrência de maus tratos;
* Em trabalhos de parto onde tenha risco de morte da mãe ou do feto;
* Em casos de tentativas de suicídio;
* Em crises hipertensivas;
* Quando houver acidentes/traumas com vítimas;
* Em casos de afogamentos;
* Em casos de choque elétrico;
* Em acidentes com produtos perigosos –   Clique aqui e comente no Facebook do Jornal de Guará.