Políticos de Guará recebem premiação de instituto investigado – Prefeitura esclarece « Jornal de Guaratinguetá

Políticos de Guará recebem premiação de instituto investigado – Prefeitura esclarece

9 de agosto de 2018

Foto: Prefeitura

O Prefeito Marcus Soliva, os vereadores, Claudinei Benedito Lopes (Nei Carteiro), Cleusa Maria Lourenço Santos (Tia Cleusa) e Marcio de Oliveira Almeida, e os secretários, Alexandre Dias (Assistência Social), Elizabeth Sampaio (Educação) e Maristela Siqueira (Saúde), receberam uma homenagem, em setembro de 2017, durante a sessão solene do 116° Seminário Brasileiro de Prefeitos, Vice Prefeitos, Vereadores, Procuradores Jurídicos, Controladores Internos, Secretários e Assessores Municipais, realizada pelo Instituto Tiradentes, no Auditório do Hotel Century Paulista, em São Paulo.

De acordo com a matéria postada no site da prefeitura (setembro de 2017), as autoridades receberam individualmente, uma homenagem pelo trabalho desempenhado na cidade, após serem intitulados como os políticos de maior atuação executiva do estado de São Paulo, mediante uma pesquisa de opinião pública realizada no estado, por amostragem, via consultas telefônicas aos munícipes, entre os dias 26 de junho e 11 de julho de 2017.

Instituto Tiradentes responsável pelo evento é investigado

O Ministério Público de várias cidades do país investiga a conduta de políticos que pagaram para participar da premiação e tiraram proveito político da situação. O caso foi alvo de reportagem que foi ao ar domingo (5), no Fantástico da TV Globo. Provavelmente políticos de Guaratinguetá serão investigados.

Como funciona a premiação

Ao divulgar a premiação, o Instituto alega que realiza enquetes por consultas telefônicas à população da cidade e que a administração dos agraciados foi aprovada pelos munícipes ouvidos pela pesquisa. “Instituída pelo Instituto Tiradentes a ‘Medalha Alferes Tiradentes – Colar Ouro’ é conferida apenas aos políticos que obtiveram aprovação na mencionada enquete e que possuam ilibada idoneidade moral e relevantes serviços prestados em prol da comunidade”, dizia o convite enviado aos gestores.

Prefeitura nega ter realizado pagamentos para ganhar premiação

O prefeito Marcus Soliva, juntamente com o secretário Alexandre Dias e os vereadores Nei Carteiro e Tia Cleusa, participaram do 116° Seminário Brasileiro de Prefeitos, vice-prefeitos, vereadores, procuradores jurídicos, controladores internos, secretários e assessores municipais, organizado pelo Instituto Tiradentes, com programação nos dias 14 e 15 de setembro de 2017, com seis palestras.

A taxa de inscrição de R$ 578,00, que consta no Portal da Transparência, foi paga para participar deste seminário.
Este seminário acontece anualmente e diversas autoridades políticas de Guaratinguetá também já participam deste evento desde 2013.

De acordo com a Prefeitura, não há nada de ilegal um prefeito municipal, vereadores e autoridades participarem de um seminário sobre Gestão Pública e pagar uma taxa de inscrição. Faz parte da atividade e traz novos estudos e ações para a cidade, trocando experiências com autoridades de todo Brasil. Aliás, há diversos seminários e palestras que funcionários públicos participam para adquirir conhecimento. Acontece é que, infelizmente, estão distorcendo o que de fato aconteceu, dizendo que o prefeito pagou uma taxa para receber homenagem, sendo que foi paga pra ele participar de um seminário. Clique aqui e comente no Facebook do Jornal de Guará