Início Notícias Drogas Droga é localizada dentro de pedaços de carne na Penitenciária de Potim

Droga é localizada dentro de pedaços de carne na Penitenciária de Potim

25
Foto/Divulgação: SAP

A Secretaria da Administração Penitenciária (SAP) informou na manhã desta segunda-feira (15/07) que três mulheres foram barradas ao tentarem entrar com entorpecentes em unidades prisionais de Potim e de Caraguatatuba no domingo, dia 14 de julho. Ao todo, foram apreendidos 383,22 gramas de drogas com as visitantes.

Na Penitenciária “AVEP Jair Guimarães de Lima”, a P1 de Potim, uma mulher de 25 anos foi flagrada ao esconder pequenos pacotes de maconha dentro de pedaços de carne. O material foi encontrado quando agentes faziam a revista nos alimentos que a suspeita entregaria para seu marido, sentenciado da unidade prisional. A visitante trazia 148,32 gramas da erva em 18 “trouxinhas” de plástico e foi encaminhada para a Delegacia de Polícia de Aparecida, onde foi lavrado o Boletim de Ocorrência.

Em Caraguatatuba, no Centro de Detenção Provisória (CDP) “Dr. José Eduardo Mariz de Oliveira”, duas jovens foram surpreendidas com drogas dentro do corpo ao passarem pela revista por escaneamento corporal. Ambas têm a mesma idade, 19 anos, e levariam os entorpecentes a seus respectivos companheiros, detentos do presídio.

No primeiro flagrante, que aconteceu pouco antes das 11h, a visitante carregava um invólucro com 22,78 gramas de cocaína e 129,47 gramas de maconha na vagina. A jovem confessou a infração ao ser questionada pelas agentes e retirou o material espontaneamente, em local reservado.

Logo em seguida, com as imagens geradas pelo bodyscanner, um objeto estranho foi identificado na região pélvica da segunda suspeita, que negou portar ilícitos e foi encaminhada para a Delegacia de Polícia de Caraguatatuba. Ao ser indagada pelos policiais, a visitante do CDP revelou que trazia 82,65 gramas de cocaína no órgão genital.

As três mulheres tiveram seus nomes suspensos do rol de visitas da SAP. As direções das unidades prisionais enviaram comunicados para a Vara de Execuções Criminais, além de instaurarem Procedimento Disciplinar Apuratório.

Clique AQUI e comente no Facebook do Jornal de Guará 

www.jornaldeguara.com.br – A informação a um click de você