Jovem de 24 anos está internado na UTI com suspeita de meningite em Guaratinguetá « Jornal de Guaratinguetá

Jovem de 24 anos está internado na UTI com suspeita de meningite em Guaratinguetá

8 de novembro de 2018

Um jovem de 24 anos, morador da Colônia do Piaguí está internado na UTI (Unidade de Tratamento Intensiva) do Hospital Frei Galvão (SUS), com suspeita de meningite bacteriana. O paciente está no setor de isolamento e usando máscara hospitalar.

Segundo a família, Giovanni apresentou muitas dores na cabeça e no corpo, na última sexta-feira (2), em sua residência. Em seguida, ele foi conduzido ao Pronto Socorro, passou por atendimento e foi liberado para tomar remédio em casa. Já, na segunda-feira (5), o quadro dele havia se agravado, no qual levaram o paciente até o CEPOG para saber o que realmente ele tinha. Desde então, Giovanni foi encaminhado ao setor de internação do Pronto Socorro, e quinta-feira precisou ser transferido para UTI, devido os exames constarem que se tratava de meningite bacteriana. Novos exames estão sendo feitos.

*Estamos aguardando um parecer da Secretaria de Saúde sobre o caso apresentado.

Meningite Bacteriana

A meningite bacteriana é a infecção que provoca a inflamação do tecido que envolve o cérebro e a medula, causada por uma bactéria como Neisseria meningitidis, Streptococcus pneumoniae, Mycobacterium tuberculosis ou Haemophilus influenzae, por exemplo.

Geralmente, a meningite bacteriana é uma situação grave que pode colocar em risco a vida da pessoa, caso não seja tratada adequadamente. Apesar disso, a meningite bacteriana tem cura, mas a pessoa deve ser levada para o hospital assim que os primeiros sintomas apareçam para receber o tratamento adequado.

Sintomas de meningite bacteriana

O tempo de incubação da bactéria geralmente é de 4 dias até que a pessoa comece a apresentar os primeiros sintomas de meningite, que podem ser:

1- Febre acima de 38º C;

2- Dor de cabeça intensa;

3- Dor ao virar o pescoço;

4- Manchas roxas na pele;

5- Rigidez muscular no pescoço;

6- Cansaço e apatia;

7- Sensibilidade à luz ou ao som;

8- Confusão mental.

O médico pode chegar ao diagnóstico da meningite bacteriana após observar os sintomas apresentados e o exame líquor cefalorraquidiano. O antibiograma realizado através do líquor é importante para identificar o tipo de bactéria que está causando meningite porque existem antibióticos mais indicados para cada tipo de bactéria. – Clique aqui e comente no Facebook do Jornal de Guará.