Projeto “Viva o Choro de Taubaté” chega a Guaratinguetá no mês do Choro « Jornal de Guaratinguetá

Projeto “Viva o Choro de Taubaté” chega a Guaratinguetá no mês do Choro

5 de abril de 2019

Após passar pelas cidades de São José dos Campos e Jacareí, o projeto cultural “Viva o Choro de Taubaté”, iniciativa do Clube do Choro Waldir Azevedo, chega a Guaratinguetá no próximo dia 13 abril para apresentação gratuita, às 20h, no Auditório Frei Galvão (Praça Conselheiro Rodrigues Alves, 48 – Centro). Os ingressos serão distribuídos 1 hora antes do show.

O espetáculo marca as celebrações do mês do Choro no Brasil. O Dia Nacional do Choro é comemorado em 23 de abril, homenagem à data de nascimento de Pixinguinha, um dos mais importantes compositores da música brasileira, mestre e “padroeiro” do chorinho.

O projeto “Viva o Choro de Taubaté” está sendo realizado por meio de incentivo do ProAC (Programa de Ação Cultural) da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo, o que permitiu ao Clube do Choro Waldir Azevedo registrar em CD inédito composições de autores da velha guarda do choro de Taubaté.

Fruto de pesquisa realizada pelo músico Rogério Guarapiran, o projeto tem por objetivo revisitar e resgatar obras de antigos “chorões” da cidade. Além da gravação do CD inédito, o projeto contempla ainda uma série de shows gratuitos em seis cidades da região, com o conjunto de Taubaté dividindo o palco com grupos da cidade visitada.

Em Guaratinguetá, o Clube do Choro Waldir Azevedo terá como convidado especial o grupo Seresteiros de Guaratinguetá, o mais antigo conjunto de choro da região, com 29 anos de atuação. Os seresteiros realizam trabalho incansável para popularizar a obra de talentos musicais do Vale do Paraíba e trabalham especialmente a obra de dois conterrâneos famosos: Dilermando Reis e Bonfiglio de Oliveira.  Em 2004 gravaram o CD “Contemplando o Paraíba”, resgatando obras inéditas desses autores.

No show também apresentarão música autoral de seus integrantes, como “Turrando com Hermínio”, de Geraldo Leme, bandolinista do conjunto. O Grupo é formado por Waldney Seraphim (clarinete e flauta), Pedro Jorge Ferreira (violão), José Boueri (percussão), Geraldo Leme da Silva (bandolim), Jajá Zácaro (cavaquinho) e Edinho (rebolo).

“O espetáculo será uma celebração inédita, reunindo dois grupos que mantêm contato não só pelo estilo musical, mas por histórias de vida. São músicos experientes que mantinham contato em rodas de choro décadas atrás na região do Vale”, conta Rogério Guarapiran. “Tocaremos, teceremos e ataremos essa história novamente, mostrando que o Vale do Paraíba é importante na História do Choro”.

Grupo Seresteiros de Guaratinguetá

Sobre o Projeto Viva o Choro de Taubaté e o Clube do Choro Waldir Azevedo

O Disco “Viva o Choro de Taubaté” é um álbum inédito com 12 composições de músicos da velha guarda do choro de Taubaté, totalmente instrumental, que preenche uma lacuna histórica resgatando, valorizando e difundindo obras inéditas de autores regionais. Poderá ser adquirido no local do show por R$ 20.

O Clube do Choro Waldir Azevedo surgiu com o intuito de reunir músicos de Taubaté e homenagear o famoso compositor do chorinho Brasileirinho. Em seus 14 anos de atividade, descobriu composições de chorões da velha guarda e empreendeu pesquisa sobre compositores de Taubaté que resultou no projeto “Viva o Choro de Taubaté”.

Os músicos que se apresentarão no dia 13 de abril serão: Humberto dos Santos, Claudio Ferreira, Rogério Guarapiran, Luiz Paulo Muricy, Aurino David e Matheus Souza.

SERVIÇO

Projeto Viva o Choro de Taubaté – Show dia 13 de abril, às 20h, no Auditório Frei Galvão (Praça Conselheiro Rodrigues Alves, 48, Centro, Guaratinguetá). Grátis com retirada de ingresso 1 hora antes da apresentação. Grupo convidado: Os Seresteiros de Guaratinguetá. Informações: Tel.: (11) 96625-7702

Divulgação: Assessoria de Imprensa do projeto – Clique aqui e comente no Facebook do Jornal de Guará