EDP abre inscrições para Escola de Eletricistas exclusiva para mulheres « Jornal de Guaratinguetá

EDP abre inscrições para Escola de Eletricistas exclusiva para mulheres

1 de agosto de 2018

Comprometida com a igualdade de oportunidades entre gêneros, Empresa oferece a elas formação profissional completa e possibilidade de contratação

Imagem/Divulgação: EDP Bandeirantes

A EDP, empresa que atua em todos os segmentos do setor elétrico no País, promove pela primeira vez no Vale do Paraíba, em São Paulo, um curso de formação de eletricistas exclusivo para mulheres. As aulas serão ministradas em Taubaté e as interessadas poderão se inscrever entre 1º e 31 de agosto, por meio do site www.soulan.com.br/edp-eletricistas.

A iniciativa, que oferece bolsa auxílio durante o curso, além da formação profissional completa e possibilidade de contratação, é pioneira no setor elétrico e faz parte do compromisso do Grupo EDP com o desenvolvimento de ações para promover a igualdade de oportunidades entre gêneros. O programa é uma parceria da EDP com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI).

“Fomentar a inclusão de mulheres em um setor majoritariamente ocupado por homens possibilita a multiplicação de possibilidades de forma mais igualitária e justa”, afirma Fernanda Pires, diretora de recursos humanos da Empresa. “O ótimo resultado da edição da Escola no Alto Tietê nos mostrou que estamos no caminho certo, e esse percurso está muito alinhado com a cultura da EDP, que valoriza a diversidade em todas as suas dimensões”, finaliza Fernanda.

A primeira edição do projeto está em andamento em Mogi das Cruzes, no Alto Tietê. Dezesseis participantes foram escolhidas para aprender o novo ofício dentre mais de 550 inscritas.

Em 2017, a EDP endossou os Princípios de Empoderamento das Mulheres, criados pela ONU, e aderiu ao esforço global em prol dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), que colocam a Igualdade de Gênero como uma das grandes metas globais a serem atingidas até 2020.

Sobre o curso e inscrições

Com carga horária de aproximadamente 550 horas e cerca de três meses e meio de duração, a Escola de Eletricistas é gratuita e tem como foco a qualificação e capacitação de mulheres como eletricistas de redes de distribuição. Após a finalização do curso, as alunas recebem certificado chancelado pelo SENAI e permanecerão no banco de talentos da EDP, podendo participar futuramente de processos seletivos para vagas efetivas.

O curso terá aulas teóricas e práticas a respeito dos princípios e leis que regem o funcionamento de sistemas elétricos. O intuito é que as participantes aprendam sobre os procedimentos e técnicas necessárias para planejamento, execução, avaliação e inspeção das redes, bem como sobre manutenções preventivas e corretivas, dentro das normas técnicas e de segurança. O objetivo é que essas profissionais estejam devidamente capacitadas para o mercado de trabalho.

As estudantes receberão bolsa-auxílio durante o período do curso, material didático, uniformes e Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), além de almoço no local.

A Escola de Eletricistas será ministrada na sede da EDP, em Taubaté, a partir de outubro. Há 16 vagas disponíveis. Os requisitos para cursar a qualificação são:

1- Formação: Ensino Médio completo;

2- Residir na região do Vale do Paraíba ou Litoral Norte;

3- Ter, no mínimo, 18 anos de idade;

4- Disponibilidade de horário para estudo em período integral durante o período do curso;

5- Preferencialmente possuir CNH “B”.

A inscrição deverá ser realizada pelo site www.soulan.com.br/edp-eletricistas, entre 1º e 31 de agosto. O processo de seleção inclui prova teórica e prática, avaliação psicossocial e entrevista.

Serviço

Escola de Eletricistas – Mulheres

Inscrições de 1º a 31 de agosto

Site para cadastro no processo seletivo: www.soulan.com.br/edp-eletricistas

Local do curso: Sede da EDP em Taubaté – SP

Horário: Segunda a sexta-feira, das 8h às 17h

Benefícios: Bolsa-auxílio, almoço no local, material do curso e diploma –   Clique aqui e comente no Facebook do Jornal de Guará.