Importante: Novas ações para combater propagação do Coronavírus em Guaratinguetá

18 de março de 2020

Divulgação: Prefeitura de Guaratinguetá

Tendo em vista o aumento significativo de casos suspeitos de coronavírus em Guaratinguetá (22 casos suspeitos atualmente), Prefeitura e Ministério Público se reuniram nesta quarta-feira (18) e assinaram dois novos decretos que determinam ações para combater o Covid-19 na cidade.

Participaram da reunião o prefeito Marcus Soliva, os promotores de justiça Doutor José Benedito Moreira e Doutora Anna Cláudia Campos da Costa Galvão, além da secretária da saúde Maristela Macedo e o chefe de gabinete da saúde Saluar Magni. Ficou determinado no primeiro decreto:

1-) Determina o fechamento dos parques municipais

2-) Recomenda-se o fechamento de clubes, salões de festa e eventos, academias, cinema, escolas de idioma, computação e de quaisquer outros cursos, bem como a
realização de cultos religiosos e de eventos festas de qualquer natureza com mais de 30 pessoas.

3-) Recomenda, ainda, que bares e restaurantes, inclusive os constantes do shopping, mantenham 1m de distância entre as mesas, bem como que estas tenham capacidade máxima de 4 pessoas.

4-) Recomenda, que idosos permaneçam em casa, evitem qualquer tipo de saída, bem como não recebam visitas, em
especial de crianças.

O segundo decreto determina:

1-) Transporte Coletivo: Limitando a circulação dos ônibus de transporte coletivo municipal a somente com passageiros sentados, ou seja, a proibição do veículo circular com passageiros em pé

2-) Mototáxi: Suspendendo o transporte de passageiros devido ao uso compartilhado de capacete

3-) Transporte Complementar: Limitando o número de passageiros transportados pela metade da lotação máxima permitida, de modo que os passageiros sentem intercaladamente

4-) Transporte por aplicativo (tipo UBER e similares): Recomendando a não utilização do referido transporte de forma compartilhada

5-) Velórios: Recomendando o limite de 10 pessoas dentro do ambiente de velório e determinando que, em caso de óbito por coronavírus, seja obrigatória urna mortuária lacrada, sem prejuízo de outras cautelas sanitárias necessárias

Todas as determinações e recomendações são por tempo indeterminado. Inclusive, a prefeitura pede o apoio de todos para o combate ao coronavirús.

Clique AQUI e comente no Facebook do Jornal de Guará/Marcos Aurélio

www.jornaldeguara.com.br – A informação a um click de você